Inscreva-se

terça-feira, 11 de junho de 2013

calmantes naturais !!

Os calmantes naturais mais conhecidos e que apresentam ação comprovada estão a seguir: HORTELÃ: utilizada como calmante. Combate a cólica em crianças e é vermífugo. Nestes casos é feito o chá, podendo também ser usado na preparação de xarope no combate à gripe, junto com o limão ou a laranja e o eucalipto. Combate as secreções nasais e favorece a expectoração. ERVA DOCE: utilizada como calmante, combate a cólica, a prisão de ventre e a dor de cabeça, é utilizada na forma de chá. ERVA CIDREIRA: tem óleos essenciais que com efeito calmante, combatendo a insônia e a dor de estômago, é utilizada na forma de chá. ERVA DE SÃO JOÃO: sua utilização não deve ser feita sem orientação médica, especialmente em associação com outros medicamentos. Apresenta efeito antidepressivo, quando tomada na forma de chá. CAMOMILA: composta por taninos, cânfora, ácido antêmico e um óleo essencial escuro, esta flor pode ser usada dentro do travesseiro no combate à insônia, estresse e ansiedade devido ao seu papel calmante natural. Utilizada em perturbações estomacais, diarreia, náuseas, infecções urinárias (como chá). É usada também em compressas quentes no combate ao reumatismo. ALECRIM: usado como calmante e tônico para o coração. ARNICA: utilizada como analgésico, na forma de chá ou banho para dor muscular. Os rizomas e as flores são empregados externamente nos casos de traumatismo e internamente para estimular os batimentos cardíacos e circulação. PASSIFLORA: espécie de maracujá que ajuda a controlar crises de ansiedade e depressão, possui ação relaxante e antidepressiva, analgésica, antiespasmódica, hipotensora e sedativa. Esta planta medicinal também induz o sono e o relaxamento muscular. É utilizada na forma de chá. VALERIANA: possui propriedades calmantes e relaxantes, combate a insônia. Seus compostos estão presentes na raiz dessa planta, é deve ser tomada em forma de chá. Deve ser tomada com prescrição médica. As plantas guardam a identidade de um conjunto de pessoas, refletindo o que são, o que pensam e suas relações com a natureza que os cerca. Se a sábia natureza nos oferece alimentação, remédios e sustento rentável, por que não desfrutar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário